Poesia! O Amor nos Sertões – fragmentos

Hoje é dia de poesia. E amanhã também! Acredito no poder que a poesia tem de transformar as pessoas que dela se alimentam. Adoro presentear alguém com livros de poesia ou então com poesias selecionadas para uma determinada ocasião. Um livro de poesia pode ser lido diversas vezes e ser diferente e atual ao mesmo tempo, a cada leitura. Feliz de quem gosta de poesia, feliz de quem ousa fazer poesia!

Mas hoje é dia de uma poesia especial para mim:  faz um ano que o livro “O Amor nos Sertões :  fragmentos” foi lançado em São Paulo. É o livro de estreia do meu pai, que acredito, já era poeta muito antes de eu chegar nesse mundo. Só faltava o livro, pra registrar! Esse livro reúne poesias escritas a partir de 1997, que abordam ampla temática:  memórias, amores, religiosidade e até temas sociais. Eis uma amostra:

Rosa Vermelha Suspensa

Solta no meio da paisagem perdida no mundo,
encarnada,
recortada sobre um fundo de um vale aterrorizante.

Salta o vermelho sanguíneo e explosivo,
sangue jorrando das pétalas superpostas,
salpicando as camisas imaculadas dos passantes,
recobrindo os lírios,
manchando o branco impassível e inocente.

Se você quiser presentear alguém  com o livro “O amor nos sertões: fragmentos” – pode acessar o site da livraria Cultura e encomendar seu exemplar. Como o dia dos pais está chegando, quem sabe não seria um bom presente para o seu pai? Fica a dica! 😉

Anúncios