Golpe de estado é feio!

Está rolando um golpe de estado em Honduras. Motivo? O presidente democraticamente eleito Manuel Zelaya queria consultar o povo pra saber se poderia mudar a constituição pra permitir uma reeleição.

Há os que condenam a atitude de Zelaya porque a legislação de Honduras não permite sequer a consulta (plebiscito) sobre a reeleição para presidente. Há também os que condenam o golpe de estado, por vários motivos, mas principalmente porque, pela Virgem da Conceição, um golpe de estado é sempre um golpe na democracia. É ou não é? Ou será que já inventaram um golpe de estado de essência democrática?!?!

Enquanto leio as notícias sobre Honduras no site do Azenha recordo-me da reeleição à brasileira que sofremos por essas bandas.

Recordar é viver: a tal emenda que permitiu a reeleição para presidente aqui no Brasil foi aprovada em 1997, quando Fernando Henrique Cardoso (FHC) estava em seu primeiro mandato. O processo pra conseguir a aprovação da emenda foi bastante conturbado, com denúncias de compras de votos e pedido de CPI (ou CPMI? Que seja). Na época, FHC negava por tudo quanto é mais sagrado ter comprado aqueles votos que permitiram a emenda que, é óbvio, lhe interessava. Mas haviam fortes indícios de que os votos foram, sim, comprados, suspeitas amplamente noticiadas pela imprensa, principalmente pela Folha de São Paulo.

As denúncias foram acolhidas pela Comissão de Constituição e Justiça e mais tarde foram até abordadas pela CPI do Mensalão.

É claro que não se conseguiu comprovar a efetiva compra de votos diretamente por FHC. Daí ele se reelegeu calma e tranquilamente, sem golpe de estado, sem ninguém nem pra lhe meter o dedo na cara, chamar de “seusociologozinhoantidemocráticodemerda”.

E assim nasceu a nossa pacífica emenda constituicional de reeleição para presidente, com um tempero todo brasileiro, com cheiro e gosto de pizza.

Será que nós temos moral pra ensinar alguma coisa aos hondurenhos?!?

Ok. São situações diferentes, problemas de distintas proporções e blá blá blá, eu sei. Eu sei. Não dá pra comparar um país com o outro, uma história com a outra, banana com laranja.

Enfim. Do alto da minha insanidade mental declaro que sou a favor de Manuel Zelaya e contra o golpe de estado que está rolando por lá. Ademais, do ponto de vista estético, eu diria que se comprar uma reeleição é feio, dar golpe de estado é mais feio ainda.

Que a paz se restabeleça em Honduras.

Anúncios

Um comentário sobre “Golpe de estado é feio!

  1. Não esquecendo que o mesmo congresso que aprovou a reeleição do FHC, depois queria acabar com a reeleição pq o Lula havia sido reeleito.

    Acreditavam que haveria uma dinastia do PSDB que de perpetuaria no poder, belo tiro no pé 😉

Os comentários estão desativados.