Vítima

O caso da brasileira atacada na Suiça é um clássico exemplo de jornalismo de espetáculo. Ninguém quis se preocupar realmente com a menina. Parece-me que a saúde da mulher é a última coisa que importa para os urubus da imprensa, da polícia e dos palpiteiros em geral.

Fico com a avaliação do pai da moça: “Em qualquer circunstância, a minha filha é vítima (…) Ou é vítima de graves distúrbios psicológicos ou da agressão, que desde o início ela sustenta e [de que] não tenho motivos ainda para duvidar.”

Vale lembrar

Sabemos que na Suiça há um movimento de pessoas que ostentam a xenofobia como bandeira política. Basta olharmos a propaganda do SVP (Partido Popular Suíço) em 2007, que não deixa margem para dúvidas quanto ao tratamento que se clama para os estrangeiros naquele país. Vejam abaixo: uma ovelha negra é expulsa a coices do país por outras brancas e o texto: “Pela expulsão de estrangeiros criminosos. Criar Segurança”. Acho que dentro desse contexto, a Suiça deveria ter a obrigação moral de, no mínimo, admitir que existem SIIIIMMMMM movimentos que rejeitam estrangeiros, e que a hipótese da moça ter sido atacada por skinheads é provável SIMMMMM, tão provável quanto qualquer outra que eles queiram investigar.

Vamos aguardar o desenrolar dos acontecimentos.

Campanha do Partido Popular Suiço

Anúncios

3 comentários sobre “Vítima

  1. Essa menina brasilera pode ter se auto-flagelado mesmo… Os indícios apontam nessa direção. Não sejamos nós preconceituosos. Vamos esperar a apuração dos fatos. Se for confirmada a hipótese de auto-flagelação, a brasileira deve ser mandada de volta ao país e passar por um forte tratamento psicológico e psiquiátrico. E nossa nação ficará manchada no cenário internacional por causa de uma sensacionalista…


    Resposta

    Caro senhor,
    A imagem do país é a tranqüilidade e a sabedoria com que o Itamaraty está lidando com o caso. O problema é a imprensa e a polícia, essas entidades que deveriam ter saúde mental e discernimento para lidar com esse tipo de problema, transferirem suas irresponsabilidades para a moça. A advogada brasileira, qualquer que seja o caso, não passa de uma vítima. Muito me espanta o senhor assinar como psicólogo e ter essa postura tão limitada diante do drama de uma paciente. Abraços e volte sempre.

  2. Prezados,

    acredito que há muito barulho por nada! é como se o Brasil parasse por algo que aconteceu com uma brasileira la fora, enquanto estrangeiros aqui sao mortos, assaltados, sequestrados… o Brasil é a vítima, os brasileiros la fora são vítimas… vítimas de um sensacionalismo, de pessoas tentarem se mostrar a partir de casos como esse, políticos sofrendo a agressão da brasileira la fora, e aqui? ninguém olha não? tem gente muito mais agredita, tem gente com problemas mentais mais sérios sem amparo! Poxa vida, chega de querer ser sempre a vítima! Vamos ser aqueles que solucionam as situações!

    ps.: louca ou não, eu voto que é mais uma menina mimada que após um aborto natural, queria convencer o namorado a voltar com ela para o Brasil.

    Resposta:

    Ter um aborto natural e inventar uma história dessas pra convencer o namorado a voltar para o Brasil não deixa de ser trágico. Eu continuo achando a história toda muito trágica. E não acho que deve ser um assunto menor na pauta da imprensa – acho que é um assunto tão importante quanto se um estrangeiro tivesse sido agredido por algum grupo político brasileiro.

  3. Mais uma vez a mídia manipuladora e irresponsável se superou.

    Alguém está preocupado com a saúde da menina?

    Aqui no Brasil de 2005 a 2009 hoveram 48 ataques de PM´s a turista e a mídia de massa nada divulga. Fazendo os mesmos iletrados acreditar que aqui é o paraíso mesmo com quase 100 mil mortes por ano em consequência da violência urbana nos grandes centros, nos empurrando BBB, praia e futebol como felicidade e qualidade de vida.

    Tomara que isso se esclareça o quanto antes e tomara que seja verdade o que ela diz. Em minha viagem por 8 países ano passado pela europa só vi brasileiras se prostiuindo e querendo tirar proveito de homens eropeus.

    Resposta
    Ok Gustavo, pelo que parece o caso está se esclarecendo, agora com menos estardalhaço e mais equilíbrio por parte da imprensa. Agora é curioso essa sua observação sobre as mulheres que se prostituem na europa querendo tirar proveito de homens europeus. Será que não ocorre o contrário também, homens europeus querendo se aproveitar de mulheres brasileiras? Pense nisso…

Os comentários estão desativados.