Pinheirinho: para onde as famílias serão levadas?

Roosevelt Cássio

Roosevelt Cássio

Nunca vi reintegração de posse tranquila – sempre rola algum tipo de tensão, choro, um sentimento amargo de injustiça por mais “dentro da legalidade” que a tal reintegração seja. Mas essa do Pinheirinho, que rolou em plena manhã de domingo, foi especialmente dolorosa – há um histórico jurídico-político no mínimo obscuro a respeito de quem teria a posse do terreno, a legalidade da ação de reintegração está sendo seriamente questionada, os moradores estavam completamente vulneráveis quando a PM chegou, vários relatos de abuso circularam pelas redes sociais, houve tentativas de dificultar o trabalho da imprensa no local do conflito, enfim. A situação é caótica. Chega uma hora em que todos nós precisamos nos solidarizar com esses moradores. Chega uma hora em que a gente precisa rever seriamente os conceitos de “neutralidade” ensinados nas profissões por aí. Chega uma hora em que a gente precisa descer do muro confortável da “neutralidade” e ouvir os moradores do Pinheirinho! Ouvir as queixas pra depois apurar as informações. Solidariedade. Empatia. É isso o que a situação pede.

Para onde as famílias serão levadas? Precisamos cobrar das autoridades uma solução para isso. A especulação imobiliária não pode passar por cima do direito à moradia.

Para saber mais: http://solidariedadepinheirinho.blogspot.com/

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s